Influência das cores nos ambientes

11/3/2015

A influência das cores nos ambientes depende do impacto psicológico que elas têm sobre nós, e esse impacto depende de fatores subjetivos. Faz também diferença se a cor é empregada em uma tonalidade mais viva ou mais suave, ou então se elas estão presentes com destaque ou apenas em pequenos detalhes.

Porém, de maneira geral, cada cor remete a emoções e sensações diferentes, e por isso é importante considerar seus efeitos na hora de escolher as cores a serem usadas na ambientação.
 

VERMELHO

O vermelho é uma cor poderosa, pois tem a propriedade de parecer estar mais perto do que realmente está, e com isso chama nossa atenção facilmente. É a cor da força, da energia e da paixão. Ela transmite vitalidade e calor para os ambientes, além de aumentar a autoestima das pessoas que os frequentam. Por estar ligado ao elemento fogo, acaba por ser uma cor muito estimulante, por isso deve ser usada com cuidado. Para não causar irritação ou nervosismo, aplique o vermelho em pequenas doses no quarto do casal, na sala de jantar e na cozinha.

 

 

AZUL

Azul é considerada a cor da mente e é essencialmente calmante, ao contrário do vermelho. Tonalidades fortes de azul ajudam a pensar com clareza e tons mais leves acalmam e ajudam na concentração. É também a cor que propicia a melhor comunicação, embora possa ser sentida como fria  e hostil por algumas pessoas. 

A essência da cor azul está na energia que transmite tranquilidade e harmonia. Mas como há variações de tons, cada um é mais adequado para um ambiente. O azul escuro está mais para o lado da sabedoria e da intuição, por isso sua energia é mais bem aplicada em quartos, bibliotecas e locais de meditação. Já o azul claro é considerado pelo Feng Shui uma cor que promove a espiritualidade, a juventude e a paz. Com tom parecido ao da água, fica muito bem em banheiros e locais de piscina.

 

 

AMARELO

O estímulo gerado pelo amarelo é psicologicamente forte, sendo considerada uma cor que atinge mais os sentimentos do que o físico ou o intelecto. Pode levantar nossos ânimos e nossa auto-estima, pois é a cor da confiança e do otimismo, usado com cautela. Como lembra o ouro, a cor também representa riqueza. Ela estimula o intelecto, a concentração e a comunicação. Seu uso acelera a energia do ambiente, por isso gera alegria aos que o frequentam. Sua aplicação de forma adequada também aumenta o apetite. É uma cor viva que só atrai boas energias. Para uso correto, coloque-a em salas de estudos, cozinhas e ambientes de interação social.

 

 

VERDE

A onda de luz da cor verde atinge nossos olhos sem necessidade de ajustes, pois não é muito curta nem muito longa. Isso faz com que ela seja associada ao equilíbrio, e traga sensação de bem-estar. 

É a cor da harmonia e está associada à natureza, à vida, a energias e a crescimento. É um bom tom para ambientes familiares e, se aplicado de forma suave, fica perfeito em hospitais e locais de meditação e terapia. Por ser também uma cor que estimula a esperança e acalma o sistema nervoso, deve ser usada em quartos de criança para transmitir energia positiva.

 

 

 

VIOLETA

Também conhecido como roxo, o violeta tende a levar os níveis de consciência para níveis mais elevados, sendo portanto a cor da espiritualidade. Estimula a introspecção e a meditação. 

A mistura de azul e vermelho faz do roxo uma cor que gera equilíbrio entre emoção e razão. Sua energia transmite poder e conecta o ambiente às energias da compaixão e da fé. Comum em detalhes de igrejas, a cor também pode ser usada em casas e ambientes de trabalho, mas deve-se ter cuidado para não deixar o local vulgar. Usada em combinação com branco ou cinza, a cor pode deixar os detalhes do quarto, da sala e até do banheiro muito mais charmosos.

 

 

LARANJA

Por ser a mistura do vermelho com o amarelo, o laranja é estimulante e gera reações físicas e emocionais. É a cor da criatividade, além de estimulante, é também visualmente agradável. Representando o elemento fogo, o laranja transmite energia favorável à coragem, ao intelecto e a atividades de criação. O tom é ideal para ambientes sociais da casa, como sala, cozinha e varanda. Como também estimula a comunicação, deve ser evitada em ambientes de estudo e salas de reuniões.

 

 

ROSA

Sendo uma derivação do vermelho, o rosa também nos afeta fisicamente, mas de uma forma menos estimulante. Os tons rosados representam amor, ternura e romance, dando uma sensação acolhedora e reconfortante. É uma cor pura, por ter o branco em sua composição, mas também contém uma suave energia yang, vinda do vermelho. Seu uso é sempre associado a locais delicados e femininos, mas os vários tons de rosa permitem o uso em salas de estar e quartos de casal, aumentando a energia do amore deixando o local mais moderno.

 

 

CINZA

O cinza é a única cor que não produz efeitos psicológicos diretos. É portanto uma boa cor para dosar impactos e atingir o equilíbrio desejado. Composta pela mistura dos opostos: preto e branco, o cinza é símbolo de equilíbrio e pode ser usado de formas variadas. Se por um lado parece ser triste, por outro representa modernidade e elegância. Sua energia sóbria ajuda a acalmar os locais mais agitados, como a sala de estar, e pode ser também aplicado em salas de estudo. Os tons de cinza variam entre grafite, prateado e gelo. Para uma composição moderna e alegre, equilibre a cor com tons mais vivos.

 

 

 

PRETO

No Feng Shui a cor preta é associada à água. Apesar disso, ela não tem a leveza e a naturalidade do elemento, por isso deve ser aplicada com cuidado. Sua energia estimula o intelecto e o espiritual, assim como gera sofisticação ao ambiente. Por ser uma cor muito forte, não pode ser usada em qualquer local. Em excesso deixa o ambiente triste, sombrio e tende a gerar pessimismo nas pessoas. Evite seu uso na cozinha, no quarto e em locais de interação. O ideal é aplicar o preto na combinação clássica com branco ou com tons de cinza, para deixar o local moderno.

 

 

 

BRANCO

Sendo a cor da pureza, o branco simboliza paz, limpeza e frieza. Pode ser usado em qualquer local, mas deve sempre ser associado a outras cores, para não ter efeito negativo, parecendo frio. O branco misturado a um tom vivo pode ser usado na cozinha, no quarto, no banheiro e na área de serviço. Em todos os casos, deve haver um equilíbrio entre os elementos do ambiente, e isso você consegue com quadros e enfeites. Visualmente, o branco gera uma percepção mais aguçada do espaço, destacando e realçando a vivacidade das outras cores. Quem não gosta da cor clara, por achar que deixa a casa vazia e fria, pode optar pelo uso do branco apenas no teto, em molduras e móveis.

 

 

 

MARROM

O marrom é a mistura do vermelho com o amarelo, que seria o laranja, com o acréscimo do preto. Consequentemente, ele tem a mesma seriedade do preto, mas de um jeito mais quente e suave. Tem associações com a terra e o mundo natural, sendo portanto uma cor sólida, tradicional e associada ao conforto.

 

 

Please reload

DESTAQUE

VOCÊ SABE O QUE FAZ UM DESIGNER DE INTERIORES?

30.7.2018

1/7
Please reload

RECENTES